O jogador Róger Guedes, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do EC Vitória, durante partida válida pela décima quarta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque.

O Palmeiras faz jogo duro para vender o atacante Roger Guedes que, atualmente, está emprestado ao Atlético Mineiro até dezembro.

Paulo Pitombeira, chefe do estafe de Guedes, está na Europa conversando com dirigentes do Porto para tentar bater o martelo. O Verdão não aceitou duas propostas emitidas pelo time português.

A última oferta foi de 7 milhões de euros (R$ 34 milhões). Seria destinado ao Verdão cerca de R$ 8 milhões. O clube entende que é um valor abaixo do esperado, já que é compromisso da parcela palmeirense destina 10% ao Atlético pela taxa de vitrine.

Alexandre Gallo, diretor de futebol dos mineiros, revelou conversa com Alexandre Mattos pela permanência do atacante pelo menos até dezembro.

“O Alexandre Mattos prometeu para mim e para nosso presidente Sérgio que não tem intenção nenhuma de vender o atleta nesta janela, que ele vai ficar no Atlético até o fim do ano. E, mesmo assim, caso aconteça algo, nós temos a prioridade na última ação de uma possível venda. Mas como ele prometeu e é um cara de muita palavra, vamos contar com o atleta até o fim do ano”, disse em entrevista ao portal UOL Esporte.

Guedes foi emprestado após ter problemas de relacionamento na Academia de Futebol.