O Palmeiras tem elenco numeroso para a disputa dos campeonatos de 2019. Aos poucos a diretoria, em conjunto com a comissão técnica, vai aprimorando e afunilando a equipe para o sucesso na temporada.

Um dos casos que ainda está sem solução é do meia Alejandro Guerra. O venezuelano recebeu proposta dos paraguaios do Cerro Porteño e não aceitou a transferência. Guerra pediu para permanecer no Brasil e defender o Palmeiras.

Desde que chegou contratado junto ao Atlético Nacional, da Colômbia, o meia não fez grandes exibições. Não teve tantas chances e não conseguiu mostrar seu futebol. Algumas lesões complicadas também apareceram no caminho e dificultaram o desenrolar da temporada positiva.

O técnico Luiz Felipe Scolari prometeu dar mais atenção ao caso. Se Guerra não for utilizado de fato, será liberado para defender outra equipe no país.