A Puma começou o ano da melhor maneira possível. Após o anúncio do fornecimento para o Palmeiras e a divulgação dos modelos no dia primeiro de janeiro, as lojas da Puma e do Palmeiras pela internet venderam dez camisas por minuto nas primeiras seis horas, totalizando mais de R$ 800 mil de receitas.

O sucesso da primeira venda deve se repetir com a terceira camisa. Ainda sem data para ser divulgada, a Puma já estuda alguns modelos. Muitos torcedores pediram a volta da camisa verde-limão, adotada pela Adidas em 2007. Apesar de gerar desconfiança no começo, o uniforme foi um dos maiores sucessos de venda da história da empresa no país.

O Palmeiras não deve ter problemas para aprovar o novo projeto. Maurício Galiotte, presidente alviverde, garantiu que as vestimentas de 2020 já estão confirmadas e devidamente validadas pelo clube.

Comentários

comentários