O jogador Bruno Henrique, da SE Palmeiras, levanta a taça em comemoração a conquista do Campeonato Brasileiro, Série A, após jogo contra a equipe do EC Vitória, partida valida pela trigésima oitava rodada, na Arena Allianz Parque.

A imprensa esportiva tem anunciado com certo entusiasmo os reforços do Flamengo para a temporada 2019. O zagueiro Rodrigo Caio, o meia Arrascaeta e o atacante Gabriel Barbosa foram anunciados pelo clube carioca recentemente.

O Palmeiras, por sua vez, optou por manter a base do elenco e finalizou as permanências dos laterais Mayke e Marcos Rocha. Além disso trouxe Matheus Fernandes, Carlos Eduardo, Arthur Cabral, Zé Rafael e Felipe Pires. Nenhum dos atletas confirmados pelo Verdão receberam o mesmo glamour da mídia.

No entanto, o Palmeiras gastou valor superior ao Flamengo na janela. O Verdão despendeu de 85,44 milhões. Já os cariocas gastaram R$ 85,11 milhões. A diferença de pouco mais de R$ 300 mil não parece fazer tanta diferença, mas coloca o Alviverde na frente no consumo de recursos por novos ativos.

Alexandre Mattos, executivo de futebol do Palmeiras, ainda não retirou o clube oficialmente do mercado. Com o discurso de “todo atleta bom interessa”, Mattos ainda tem possibilidade de acertar com novos reforços. O atacante Ricardo Goulart, por exemplo, já tem salários acertados, mas ainda não tem acordo com os chineses.

Palmeiras balizou o mercado

Muito à frente dos demais clubes, o Palmeiras fez Flamengo e São Paulo correrem atrás do prejuízo. Ambos os clubes abriram os cofres e contrataram jogadores importantes. O rival paulista, por exemplo, contratou o atacante Pablo, do Atlético Paranaense. Pablo era procurado por diversos clubes do exterior e também do mercado interno.

A distância palmeirense tem justificativa: caixa equilibrado, venda de atletas da base, programa de sócio torcedor com lucros elevados e parceria forte com a Crefisa, além de outras oportunidades de negócio que já foram aplicadas e geraram lucros exorbitantes. O contrato com a Puma, apenas como comparativo, tem valores maiores do que muitos patrocínios masters pelo Brasil.