O jogador Deyverson, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Tiago (D), do EC Bahia, durante partida valida pelas quartas de final (ida), da Copa do Brasil, na Arena Fonte Nova.

O Palmeiras recebeu proposta muito tentadora pelo atacante Deyverson. O Shenzen FC, da China, ofertou R$ 64 milhões pelo negócio (15 milhões de euros).

Filipe Dias, empresário do atleta, garantiu que ele deseja continuar no Brasil. “A ideia (do Deyverson) é ficar (no Palmeiras). Interesse dele é ficar”, disse.

“A proposta é bombástica. Mas ele quer ficar. Sente-se bem no Palmeiras e quer ficar. Quer ficar,” reforçou.

No Alviverde, Deyverson jogou 63 jogos e marcou 17 gols. Levou cinco cartões vermelhos e, inclusive, foi suspenso por seis partidas após cuspir em Richard, no clássico contra o Corinthians.

Quando contratou o jogador, o clube desembolsou R$ 21 milhões. Se conseguir vender, terá lucro no negócio.

A diretoria promete novo diálogo com Filipe Dias. O objetivo é convencê-lo a fechar com os chineses e abrir caminho no Palmeiras. O clima não está propício para seguir, principalmente pela cobrança dos torcedores.