A segunda-feira foi bastante movimentada no Palmeiras. Os conselheiros votaram a aprovação de contas de 2018. Maurício Galiotte teve nova vitória política. Conseguiu a aprovação sem ressalvas. O Palmeiras fechou as contas com arrecadação recorde de cerca de R$ 688 milhões, com lucro de R$ 30,7 milhões e patrimônio líquido positivo de R$ 59,7 milhões.

Na última reunião do COF as contas ganharam ressalvas por conta do novo contrato com a Crefisa. O documento concede dívida de mais de R$ 120 milhões ao clube.

Eleição do COF

Os novos Cofistas foram eleitos. Dos 15, nove são situação e seis são oposição. Outra vitória confirmada de Galiotte e a atual diretoria.

Savério Orlandi – 144 votos
Ennio George Elias Camarano – 131 votos
Hislande Pereira Bueno Júnior – 130 votos
Nobuyuki Yokoyama (Nobu) – 129 votos
Antônio Sergio Orciuolo – 127 votos
Manoel Dantas Pinheiro Filho – 124 votos
Guilherme Gomes Pereira – 123 votos
Sérgio Moyses – 120 votos
Celso José Bellini – 120 votos
Carlos Antônio Faedo – 120 votos
Carlos Ricardo Degon – 116 votos
Neive Conceição Bulla de Andrade – 114 votos
João Gavioli – 113 votos
Tommaso Mancini – 113 votos
Walter José Munhoz – 113 votos

  Palmeiras: Mano fala sobre a vitória contra a Chapecoense