O jogador Bruno Henrique, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Castellani, do CA San Lorenzo A, durante partida valida pela terceira rodada, fase de grupos, da Copa Libertadores, no Estádio Pedro Bidegain (El Nuevo Gasómetro).

A eliminação do Campeonato Paulista no Allianz Parque ainda reflete forte dentro do Palmeiras. Ao perder o último pênalti no domingo, o time foi aplaudido pela maioria do estádio, mas recebeu críticas pesadas de um pequeno grupo que esperava o ônibus do lado de fora da arena.

Nas redes sociais o torcedor também demonstra enorme insatisfação. O elenco promete dar resposta já nesta quarta-feira, quando o Palmeiras enfrenta o Junior Barranquilla pela Copa Libertadores.

“É levantar a cabeça, dói ser eliminado assim, mas o ano não acaba, nem o mundo e temos de dar uma resposta positiva na quarta-feira (contra o Junior Barranquilla, pela Libertadores),” disse Fernando Prass.

“Temos jogadores experientes, um elenco muito bom, temos de levantar a cabeça e seguir em frente. Sabemos a importância de conquistar um título, então não temos tempo para esmorecer,” afirmou Gustavo Scarpa.

O time não marca gols há três jogos. Nos dois jogos da semifinal do Campeonato Paulista e na derrota para o San Lorenzo, na Argentina. Contra o Junior, momento ideal de tirar o ataque da seca, ganhar mais três pontos e reassumir a liderança de seu grupo na Libertadores.