O técnico Felipão e o diretor de futebol Alexandre Mattos (E), da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol.

Alguns veículos de imprensa divulgaram nesta quarta-feira que o técnico Luiz Felipe Scolari perdeu o prestígio e o comando entre os jogadores do elenco palmeirense. Na Fox Sports, por exemplo, um comentarista entrou ao vivo para colocar essa informação.

Conversamos com algumas pessoas próximas do elenco e com dois dirigentes do clube, que negaram qualquer tipo de problema entre o elenco e o treinador. A demissão de Felipão não foi pensada em nenhum momento, mesmo após a eliminação para o São Paulo em casa.

A diretoria já havia desprezado o Campeonato Paulista. O próprio treinador relatou em entrevistas em janeiro que a competição seria usada como laboratório de testes, como de fato aconteceu. Algumas trocas no elenco ocorreram na mudança de fase, mostrando e confirmando os testes para a sequência da temporada. O peso da eliminação foi menor, muito menor.

Felipão tem o apreço de Maurício Galiotte, presidente, e principalmente de Alexandre Mattos, executivo de futebol, que não vê a saída do treinador como alternativa viável para o time melhorar o desempenho.