O jogador Felipe Melo, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do FBC Melgar, durante partida valida pela segunda rodada, da Copa Libertadores, na Arena Allianz Parque.

O Palmeiras enfrenta o San Lorenzo nesta quarta-feira, às 21h30, no Allianz Parque, em São Paulo. O duelo é válido pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

O cenário é esse: o Verdão tem doze pontos, dois a mais que os argentinos. Ou seja, um empate já garante o primeiro lugar. Com 13 pontos e o fim da fase, o Palmeiras garante a melhor campanha do grupo.

O Alviverde vem de uma boa vitória contra o Internacional. Após primeiro tempo intenso, o time segurou e puxou o “freio de mão”, situação essa que preocupa Luiz Felipe Scolari.

O atacante Deyverson não vai jogar. Felipão já confirmou que o jogador vai descansar. E assim como Deyverson, pelo menos outros três atletas não devem entrar em campo.

Arthur Cabral e Borja brigam diretamente pela vaga ofensiva. O colombiano sai na frente. Cabral deve ter opção.

Os atacantes Ricardo Goulart e Willian estão em recuperação pós cirurgia e ainda não estão prontos.

“Jamais podemos entrar relaxados em uma partida. Sabemos a importância de terminar a Libertadores na primeira colocação do grupo, de buscar o máximo de pontos possível para, no decorrer do campeonato, disputar o segundo jogo em casa”, disse Bruno Henrique.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X SAN LORENZO

Data: 8 de maio, quarta-feira
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Gary Vargas (BOL)
Assistentes: José Antelo (BOL) e Edwar Saavedra (BOL)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Marcos Rocha), Luan, Gustavo Gómez e Victor Luis (Diogo Barbosa); Felipe Melo (Thiago Santos) e Bruno Henrique; Dudu, Zé Rafael (Hyoran) e Gustavo Scarpa; Borja (Artur Cabral)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

SAN LORENZO: Fernando Monetti; Marcelo Herrera, Marcos Senesi, Fabricio Coloccini e Víctor Salazar; Raúl Loaiza, Román Martínez e Manuel Insaurralde; Héctor Fértoli, Juan Salazar e Nicolás Reniero
Técnico: Jorge Almirón