Palmeiras: empresário confirma possível saída de Borja

Brazil's Palmeiras Colombian forward Miguel Borja (C) vies for the ball with Argentina's Boca Juniors forward Mauro Zarate (L) during a Copa Libertadores 2018 first leg semifinal football match at La Bombonera stadium in Buenos Aires, Argentina, on October 24, 2018. (Photo by ALEJANDRO PAGNI / AFP)

O Palmeiras é o líder do Campeonato Brasileiro com 19 pontos. E ainda tem mais três pontos sob júdice, que deverão ser analisados pelo STJD. Com 22 pontos, o Alviverde abriu cinco de vantagem para o Santos, atual vice líder.

O bom momento do time, que está com 31 jogos de invencibilidade no Nacional, não reflete no colombiano Miguel Borja. Após má fase, Borja foi para o banco e tem recebido poucas oportunidades.

Pablo Pachon, empresário, confirmou para o repórter Felipe Lemos, do site 90min, que tanto Borja quanto Guerra devem deixar o Alviverde ainda na metade do ano.

“Guerra e Miguel eu acho que os dois vão embora na metade do ano e não sei para onde. Borja seguramente não fica no Palmeiras”, confirmou.

O colombiano recebeu proposta do Santos, mas a diretoria palmeirense não aceitou. Alguns clubes da China já sondaram a situação e, para o Palmeiras, é a melhor opção. Pelo menos o clube retoma parte do investimento que fez no centroavante: R$ 35 milhões.

Alejandro Guerra pode assinar pré contrato com qualquer outro clube em julho. Fatalmente, o Palmeiras deverá perder os recursos usados em sua contratação. O Cerro Porteño, do Paraguai, surge como principal interessado. Porém, na última reunião, Guerra negou jogar no país e disse que queria permanecer no Alviverde.

A situação deverá ser finalizada ainda no mês de junho.