O jogador Bruno Henrique, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Cruzeiro EC, durante partida válida pela décima nona rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Allianz Parque.

A goleada do Palmeiras diante do CSA pelo placar de 6 a 2 colocou o volante Bruno Henrique definitivamente na história do clube. Além de voltar a jogar muito bem, entrou para a galeria como o segundo volante com mais gols com a camisa alviverde.

Bruno Henrique entra para a história do Palmeiras

Os dois gols de Bruno Henrique ontem no Estádio do Pacaembu o fizeram ser artilheiro do Palmeiras no Campeonato Brasileiro.

Desde que foi apresentado, o atleta já marcou 25 gols. Passou César Sampaio e Magrão e se tornou o segundo maior volante artilheiro do clube, empatado com Galeano e o Maestro da Academia, Dudu. A primeira posição é de Zequinha, que tem 40 gols anotados.

Com a chegada de Mano Menezes, Bruno marcou três gols. Ele já havia balançado as redes contra o Cruzeiro.

“O novo estilo da equipe jogar favorece a chegada dos laterais e do volante. Com uma posse mais qualificada vindo de trás, dá o tempo de chegarem. Quando você apressa demais o jogo, não. Na maioria das vezes, quando eles estão indo, a bola já começa a voltar. Ora será Bruno Henrique, ora outros jogadores”, disse o treinador.

Reação após cobrança nas ruas

As mudanças foram drásticas. Há cerca de um mês, Bruno Henrique foi cobrado por um torcedor na rua e teve vídeo viralizado nas redes sociais. Sua esposa acabou se envolvendo na discussão. No outro dia, quando foi treinar, passou no meio de um protesto de torcedores na porta da Academia de Futebol e viu seu carro ser alvo de tapas.

Após o apito final ontem, muitos palmeirenses reconheceram o desempenho do volante e postaram elogios.

LEIA MAIS:
Mano elogia Palmeiras após goleada
Palmeiras: Galiotte fala sobre futuro do Palmeiras e demissão de Felipão
Palmeiras massacra CSA no Pacaembu: 6 a 2
Participe do nosso grupo no Telegram