O executivo Alexandre Mattos pode apresentar o boné e deixar o Palmeiras após o término do Campeonato Brasileiro. A pressão em cima dos resultados é enorme, o que pode contribuir fundamentalmente para sua demissão.

Desde a queda na Libertadores para o Grêmio, a principal torcida organizada do clube protesta contra Mattos. Houve manifestação até na porta do condomínio onde ele mora, em Alphaville. O desgaste e o relacionamento com o torcedor é bastante profundo.

Ontem, após o empate contra o Atlético-MG, torcedores se reuniram novamente em um dos portões do Allianz Parque para protestar contra o executivo.

Reunião pode definir saída de Mattos do Palmeiras

Costumeiramente, o mês de dezembro é marcado por reuniões no departamento de futebol. A diretoria participa para finalizar a programação do começo da temporada, além, claro, de bater o martelo em cima do planejamento.

Ainda não se sabe de Mattos seguirá para 2020. Internamente, diretores creditam à ele bom desempenho à frente do futebol palmeirense. Entretanto as contratações de Carlos Eduardo, Felipe Pires e a falta de resultados no ano pode resultar na demissão do profissional, que foi contratado em 2015 para reconstruir o clube.

O time está na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Porém as quedas no Paulista em casa, Copa do Brasil e Libertadores viraram o verdadeiro estopim para a insatisfação com o trabalho de Alexandre Mattos.

Se cair, quem assume?

Mesmo sem ter certeza sobre possível demissão, já existem alguns boatos sobre quem assumirá o futebol palmeirense. E, de acordo com tais especulações, não deverá ser contratado ninguém de fora. É possível que algum dos vices assuma essa posição na Academia de Futebol.

A alegação de não trazer ninguém do mercado é justamente a dificuldade em encontrar alguém disponível. Para tirar executivos de outros clubes, o Palmeiras terá que oferecer o mesmo salário de Mattos ou até um pouco mais.

  Palmeiras: Galiotte indica atitude que pode tomar sobre Mattos. Confira!

Uma das primeiras atitudes do clube para o ano que vem é trazer Artur, emprestado ao Bahia. Ele se reapresentará em janeiro.

LEIA MAIS:
Palmeiras treina na Academia com novidade. Veja provável escalação
Palmeiras sofre com gramado ruim do Allianz Parque; Atlético comemora
Palmeiras sai atrás, empata, pressiona, mas não consegue vencer o Atlético-MG
Participe do nosso grupo no Telegram