O técnico Mano Menezes, da SE Palmeiras, em jogo contra a equipe do CR Vasco da Gama, durante partida válida pela trigésima primeira rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no estádio São Januário.

O Palmeiras venceu o Vasco pelo placar de 2 a 1 e encostou no Flamengo. Hoje, os cariocas enfrentam o Botafogo no encerramento da rodada. Se forem derrotados, a diferença cairá para cinco pontos.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Mano Menezes falou sobre os motivos que o levaram a poupar titulares no confronto em São Januário.

“A gente vem de um conjunto de jogos que mostrou que era importante a equipe entrar numa condição física boa. Fizemos um jogo muito forte contra o São Paulo, depois ficamos muito aquém contra o Ceará, principalmente na segunda parte do jogo. Nesta semana, isso se repetiria,” disse.

“Seria ruim, em um jogo ou no outro. Para que a gente ficasse muito concentrado, focado no jogo do Vasco, sem pensar no jogo do Corinthians, que é um jogo diferente, optamos por colocar jogadores diferentes, para suportar o jogo e manter esse nível de concentração. São jogos difíceis, que exigem muito. A opção foi nessa linha. A gente confia muito nesses jogadores,” adicionou.

Palmeiras não pensa no Flamengo

Questionado sobre o rival na classificação, Mano garantiu que os pensamentos alviverdes não estão voltados ao Flamengo. O foco é no Palmeiras, que ainda disputa o título.

“Só é possível sonhar se fizermos 100% de aproveitamento. Estamos com aproveitamento bom, mas não dá para ficar pensando no Flamengo. Se jogarmos contra o Vasco pensando, não vamos fazer um bom jogo. Se jogarmos contra o Corinthians pensando no Flamengo, não vamos fazer um bom clássico,” afirmou Menezes.

Polêmica com o VAR

No lance do gol de Luiz Adriano, o árbitro Rafael Traci consultou o VAR para analisar o lance. O atacante palmeirense passou ileso e não cometeu falta. Mas, ainda assim, houve muito questionamento por parte dos vascaínos.

“Sempre são decisões no limite. Me coloco do outro lado, também entendo. Porque quando me sinto prejudicado, também contesto. Olhamos dois lances no vestiário. O lance do nosso gol, que é no limite, e eles têm mais recurso para analisar. No jogo passado, julgamos que não tinha sido pênalti do Vitor Hugo. Hoje o presidente disse que viu as imagens que a comissão tem à disposição e acha que foi. Foi ocupação de espaço, Luiz Adriano põe o pé para tentar ocupar o espaço primeiro. Vem o chute do jogador do Vasco. É um lance muito fino, por isso vamos esperar essas imagens talvez melhores,” finalizou Mano.

LEIA MAIS:
Palmeiras derrota o Vasco e segue na luta pelo Hendeca
Siga nosso Instagram