O jogador Borja, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol.

A continuidade de Miguel Borja no Palmeiras em 2020 está bastante ameaçada. O centroavante, que teve seu passe adquirido por mais R$ 11 milhões recentemente, pode deixar o clube alviverde e buscar novos ares.

Borja chateado com o técnico do Palmeiras

Em entrevista, o técnico Mano Menezes alfinetou o colombiano.”Não tinha uma trajetória tão grande antes de chegar ao Palmeiras, em um clube de ponta da América Latina”, disse. Com a indicação de que Borja talvez não fosse tudo isso, o treinador alviverde magoou o atleta.

LEIA MAIS:
Palmeiras ganha desfalque para enfrentar o Corinthians
Luiz Adriano sente lesão e pode perder clássico. Veja a situação
Siga nosso Instagram

Borja conversou com uma rádio colombiana e expôs sua insatisfação. “Quando vi, me surpreendi muito, me doeu na alma, porque (ele) disse que eu não tinha trajetória para chegar ao Palmeiras. O futebol dá muitas voltas, e hoje estamos em um lugar onde não estamos tão bem, mas passa o tempo e estaremos bem,” disse.

Para pessoas próximas, o centroavante já admitiu que deseja jogar com mais frequência. E que, se ficar no Palmeiras, não terá tantas chances assim. Apenas seu agente sabe informações sobre uma possível saída do Brasil.

“Isso quem sabe melhor é Juan Pablo, meu agente é quem tem conhecimento. Eu só treino cada dia para melhorar, não quero seguir nessa posição em que estou. Estou trabalhando, dando o melhor nos treinos, para sair dessa situação,” afirmou Borja.

Amanhã, Palmeiras e Corinthians se enfrentam no Estádio do Pacaembu. Se Luiz Adriano tiver condições, deve ser escalado como titular. Borja, como de costume, seguirá como opção no banco de reservas.