Oeste

A denominação “Oeste Futebol Clube”, foi sugerida por Victor Lapenta com uma curiosidade. Ele e seu irmão, vindos do Rio de Janeiro torciam para o Flamengo e Fluminense, respectivamente. Então para definir o nome e as cores do clube fizeram uma aposta com o futebol amador de Itápolis em um jogo contra a Nova Europa. Se o clube de itapolitano ganhar se chamaria Flamengo, se perder seria Fluminense. O jogo terminou por 3 x 0 para Itápolis, mas os dois fizeram um acordo e resolveram homenagear a região Centro-Oeste ao qual fica a cidade de Itápolis, mas Victor Lapenta não abriu mão de usar as cores e o Escudo do Flamengo do Rio.

Apesar da vitória na estreia, o clube demorou a começar a disputar regularmente as competições organizadas pela Federação Paulista de Futebol ficando somente no futebol amador. O Oeste teve uma participação isolada no Campeonato Paulista de 1954 e depois só retornou em 1965.

De 1969 a 1992 houve a primeira grande seqüência de participações em competições profissionais. As maiores conquistas do período foram o vice-campeonato da Terceira Divisão de 1988, obtendo o acesso à Segunda Divisão e, em 1992, o título de campeão paulista da Segunda Divisão. O auge do clube só viria depois de mais dois recessos. A partir de 1997, o Oeste não parou mais de vencer. Foi campeão paulista da série B1B de 1997, campeão paulista da série B1A de 1998, vice-campeão paulista da Série A3 de 1999, campeão paulista da Série A3 de 2002 e campeão paulista da Série A2 de 2003, conseguindo assim o acesso à divisão de elite do futebol paulista.

Em sua primeira participação na Primeira divisão o clube até fez uma boa campanha, mas perdeu 12 pontos por irregularidades e foi rebaixado para a Série A2 de 2005. Nesta competição disputou até 2008 quando conseguiu seu retorno para a Série A1 e a partir daí só fez boas campanhas no Paulistão, sendo a conquista mais recente o Campeão do Interior em 2011.

A equipe também disputou sua primeira competição a nível nacional em 2010, no Brasileirão da Série D, mas foi em 2011 que fez uma excelente campanha e o clube terminou em 4º lugar dentre 40 clubes e conseguiu o acesso ao Campeonato Brasileiro da Série C em 2012.

O seu primeiro campo foi no terreno situado entre as Avenidas Dr. Eduardo do Amaral Lyra, 7 de Setembro, Capitão Venâncio de Oliveira Machado e Rua Odilon Negrão. Por se tratar de um campo pequeno, o Oeste mudou-se para o campo do Jatobazeiro que ficava além da serraria que era de propriedade de Carlos Adolfson e mais tarde, deixando o Jatobazeiro, transferiu-se para o campo improvisado no terreno onde hoje se encontra o Asilo e o Lar São José e em 1929, definitivamente adquiriu a sua praça de esportes, o atual “Estádio dos Amaros”.

Apesar de ter sido fundado no ano de 1921, o Oeste Futebol Clube, só teve sua diretoria e estatutos legalizados no dia 18 de outubro de 1927, quando reuniram-se na residência de Domicio Marconi, um grupo de pessoas da comunidade, para compor a diretoria definitiva e legalizar o registro do time itapolitano.

Em 6 de maio de 2015 o Oeste de Itápolis fechou acordo com a Diretoria do Osasco Audax comandada pelo ex-jogador Vampeta para mandar seus jogos no Estádio Municipal Prefeito José Liberatti onde o clube do Audax faz seus mandos de campo por 1 ano. A 1° partida do Oeste de Itápolis em Osasco aconteceu diante do Vitória, da Bahia, pela segunda rodada da Série B do Brasileiro. Em 2016, após uma longa reforma, voltou a mandar seus jogos no Estádio dos Amaros, em Itápolis.[3] E para o série B de 2016 fez uma nova parceria junto a equipe do Audax, que inclusive jogará novamente no Estádio José Liberati com a mescla dos jogadores da equipe local e do Oeste representando o time de Itápolis.

Em 2017 o Oeste disputou sua quinta participação no Brasileirão da Série B, mas teve uma surpresa, que fez uma excelente campanha e o clube terminou em 6º lugar com 59 pontos e quase conseguiu o tão sonhado acesso ao Campeonato Brasileiro da Série A em 2018, fazendo uma das campanhas Inesquecíveis de toda história do clube em relação das 4 ultimas temporadas na Série B, lutando para não ser rebaixado para Série C .

Fonte: Wikipedia

Leagues
Campeonato Paulista 2019
Temporadas
2019
EstádioResultadosFora de CasaTempo