Edmundo vê protagonismo de Dudu em 2017: ‘Nosso futebol é parecido’

Ex-camisa 7 participou de evento com torcedores em loja oficial do clube

0
219


Um dos principais ídolos da história do Palmeiras, o atacante Edmundo participou mais uma vez de um evento com torcedores na rede de loja oficiais do Palmeiras, a Academia Store, desta vez no Shopping Plaza Sul, durante a noite desta quinta-feira (2).

Bastante solicitado por palmeirenses de todas as idades, o ‘animal’, como era chamado em seus tempos de jogador, destacou o fato de ter virado uma espécie de ‘garoto-propaganda’ ao participar de tantas ações ligadas ao clube.

“É gratificante, pois a gente sente de perto o carinho do torcedor. Mesmo aqueles que não me viram jogar demonstram muita afinidade, um respeito enorme, pois conhecem a história e sabem que ajudamos a construir um pouco dela”, afirmou.

Durante a noite de autógrafos, Edmundo fez questão de elogiar aquele que ele considera ‘o cara’ para 2017: Dudu. O atual atacante alviverde veste o mesmo número 7 que Edmundo carregou às costas, e durante todo o ano de 2016, dividiu com Gabriel Jesus a idolatria da torcida ao ser o atleta com o maior número de camisas vendidas nas lojas Academia Store.

“O nosso futebol é muito parecido, tem bastante semelhança. Assim como eu nos tempos de jogador, o Dudu também não é um cara de finalização, não é artilheiro, mas costuma aparecer em partidas decisivas, em clássicos. Ele fez gol contra todos os rivais e carimbou aquele gol importante contra o Botafogo, já nas rodadas finais do Brasileiro. Não espere que ele seja artilheiro, pois a função dele não é essa”, disse Edmundo.

Segundo ele, o amadurecimento do atual camisa 7 teve a ver com o dedo de Cuca. E até por isso, Edmundo acha que Dudu será o protagonista do Verdão na atual temporada.

“Ele amadureceu e cresceu demais nesses dois anos, em especial em 2016. Isso teve a ver também com a inteligência do Cuca, que soube encaixa-lo na equipe de um jeito que o tornou decisivo, além de dar a braçadeira de capitão em um momento importante. Esse ano tem de tudo para ser o ano dele”, concluiu.

Dono da camisa 7 quando defendia a agremiação, Edmundo chegou ao Palmeiras em 1993 com a árdua missão de ajudar o time a sair do jejum de títulos, que já durava 16 anos. Ao longo de suas duas passagens pelo time alviverde (entre 1993 e 1995 e, depois, entre 2006 e 2007), o jogador disputou 223 partidas, marcou 99 gols e sagrou-se bicampeão brasileiro e bicampeão paulista nas temporadas de 1993 e 1994, além de um Torneio Rio-São Paulo, de 1993, título conquistado sobre o Corinthians.

Já são 35 unidades Academia Store espalhadas pela capital, região do ABC, interior paulista e todo o Brasil. As lojas oferecem mais de 500 itens oficiais aos clientes, desde chaveiros, roupas, vestuário, acessórios, bazar, cama, mesa e banho e presentes. A taxa de franquia para abertura de uma unidade varia entre R$ 35 mil (quiosque) e R$ 60 mil (loja). Em caso de loja, o investimento total é de, aproximadamente, R$ 300 mil, enquanto, para quiosque, é de R$ 150 mil. Além da taxa de franquia, os custos incluem instalação, estoque inicial, capital de giro e apoio na captação, treinamento e acompanhamento de funcionários para as lojas.

Comentários

comentários