Sem sustos, Palmeiras vence o Alianza Lima no Allianz Parque

0
5568


Deu Palmeiras! Jogando contra o Alianza Lima, Verdão vence por 2 a 0 e soma mais três pontos na Libertadores. O time do técnico Roger Machado tem no domingo o jogo mais importante do ano até aqui: a grande decisão do Campeonato Paulista contra o Corinthians. No primeiro jogo, vitória alviverde por 1 a 0 em Itaquera. Um empate já garante o vigésimo terceiro título Estadua da história Alviverde.

Primeiro tempo
Com algumas alterações no time titular, o Palmeiras começou o jogo sem muitas pretensões. Segurou mais a bola para entender o adversário, os peruanos do Alianza Lima.

Aos 9 minutos, bola na área após cobrança de falta. Thiago Martins aproveitou e abriu o placar: 1 a 0.

No lance seguinte, Dudu e Keno fazem boa triangulação e por pouco não sai o segundo.

Aos 18, Felipe Melo vira bola para Dudu do lado direito e o atacante cruza para Borja. O colombiano se esforça, toca na bola e manda na trave.

Aos 19, Borja recebeu bom passe e driblou o goleiro. Sem espaço, tentou cruzar e não achou ninguém.

Aos 21, Dudu teve grande chance dentro da área. Pedalou, driblou e chutou muito longe, sem perigo de gol.

O Palmeiras mandou na primeira etapa. O Alianza teve apenas duas chances bem fracas, sem perigo para o gol de Jaílson, que quase nem sujou o uniforme.

Segundo tempo
Logo no começo de jogo, Miguel Borja aproveita bobeada da zaga e faz o segundo gol.

O time voltou para a segunda etapa com mais foco ofensivo, tocou a bola mais em direção ao gol.

Aos 10, Borja recebeu bom passe pela direita e disparou em direção ao gol. Mesmo sem ângulo, arriscou e acertou a rede do lado de fora.

Após o segundo gol, o time de Roger Machado deu uma segurada no ímpeto. O Alianza continuou sem qualquer tipo de poderio ofensivo e não ameaçou.

Aos 29, Roger decidiu tirar Borja e colocar Deyverson. Lucas Lima também deixou o campo para a entrada de Guerra.

Aos 37, Diogo Barbosa deixou o campo e Tchê Tchê entrou. Barbosa alegou cansaço.

Aos 38, uma rara chance do Alianza Lima. O jogador do time peruano mandou a bola na rede, mas do lado de fora. Foi de bola parada, foi de falta.

No fim da partida, Keno saiu em arrancada e chutou no canto. O goleiro, atentou, buscou.

Comentários

comentários