Verdão apavora Botafogo-SP fora de casa, enfia seis gols e cola na liderança do Paulistão. De quebra, virou o melhor ataque.

Por Thiago Gomes

Uma tarde para palestrino nenhum colocar defeito. Jogando fora de casa e com um calor fora do normal, Verdão goleou o Botafogo-SP por 6 a 2 e encostou no líder Corinthians, que empatou no sábado com o Guarani, no Pacaembú.

O jogo

Barcos, Juninho e Maikon Leite comemoram. Fonte: Lance!

Com três zagueiros, o Botafogo-SP não tinha muita pretensão de vencer o jogo. Até os 20 minutos, o Palmeiras tinha absoluta posse de bola e já tinha finalizado cerca de sete vezes. O time do interior tentou anular Valdívia, mas deixou Maikon Leite solto, assim como Márcio Araújo. O resultado foi que os dois, que tem como característica principal a velocidade, infernizaram a zaga adversária. Aos 24, Assunção cruzou na área e Valdívia deu uma pequena desviada. A bola ainda pegou em Marquinhos e matou o goleiro: 1 a 0 Palmeiras.

Após o gol, o Palmeiras partiu mais ainda para cima. João Vitor recuperou uma grande bola e quando driblou o goleiro, foi derrubado na área. Pênalti claro que o juiz não deu.

Aos 36, Juninho viu Maikon Leite entre dois marcadores e lançou. O atacante palmeirense deu um belo corte no zagueiro e mandou para as redes, ampliando o placar: 2 a 0 Palmeiras no Santa Cruz.

Para o segundo tempo, o técnico Luiz Felipe Scolari não fez nenhuma alteração. Logo no começo, Juninho recebeu grande bola e tocou para trás. Valdívia despistou três zagueiros e passou para Barcos que, livre, empurrou para as redes fazendo o terceiro e praticamente matando o jogo. Um golaço, um verdadeiro golaço de video-game. Troca de passes, triangulação e uma finalização perfeita do argentino.

Com uma excelente vantagem no placar, o Verdão viu o Botafogo exagerar na pancada. Em dois lances, Marquinhos recebeu amarelo e vermelho consecutivamente. Felipão então resolveu sacar Maikon Leite e colocou Daniel Carvalho. Finalmente a dupla Valdívia/Daniel Carvalho mostrava seu primeiro encontro. Na sequência, o técnico palmeirense colocou Patrick e sacou Assunção, cansado por conta do calor.

O Botafogo diminuiu após falha da zaga. Cruzamento na área e gol de cabeça. 3 a 1.

Após levar o gol, Felipão aproveitou para fazer outra substituição: tirou Valdívia e colocou Ricardo Bueno. O atacante entrou, foi para a área e aproveitou cruzamento de Daniel Carvalho, mandando de cabeça no canto esquerdo do goleiro, marcando o quarto gol palestrino. Para a alegria da torcida que lotava as dependências do Santa Cruz. 4 a 1.

Aos 42, Marco Aurélio aproveitou a chance, ganhou de João Vitor e diminuiu para o time da casa: 4 a 2.

Aos 46, Daniel Carvalho viu espaço na área e foi entrando. Na hora da finalização, chutou em cima do goleiro. Mas o lateral esquerdo Juninho vinha correndo com todo gás e mandou por cima. Um golaço. O quinto gol do Palmeiras no interior: 5 a 2.

E nos descontos, Juninho recebeu belo passe dentro da área e foi derrubado pelo goleiro que, na maldade, chutou o lateral mesmo sem bola. Além de ter cometido pênalti, foi expulso. Como Benazzi já tinha feito as três substituições, o lateral Alessandro vestiu as luvas e foi para o gol tentar defender a penalidade. Barcos bateu com muita categoria e fez o sexto gol, fechando a contagem e a goleada.

O resultado deixou o Palmeiras na vice liderança do Paulistão, com 29 pontos. O Verdão já viajou para Maceió, onde enfrenta o Coruripe pela primeira fase da Copa do Brasil 2012, quarta-feira. No final de semana, pelo Paulistão, o Palmeiras encara a Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO-SP 2 X 6 PALMEIRAS

Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data/hora: 11/3/2012 – 16h
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo
Auxiliares: Alexandre Basilio Vasconcellos e Rodrigo Soares Aragão
Cartões amarelos: Murilo Ceará, Marquinhos e Alessandro (BOT); Maikon Leite (PAL)
Cartão vermelho: Marquinhos, aos 14’/2ºT e Juninho, aos 48’/2ºT (BOT)
GOLS: Marquinhos, contra, aos 23’/1ºT (0-1); Maikon Leite, aos 36’/1ºT (0-2); Barcos, aos 9’/2ºT (0-3), Alessandro, aos 32’/2ºT (1-3), Ricardo Bueno, aos 34’/2ºT (1-4), Marcos Aurélio, aos 42’/2ºT (2-4), Juninho, aos 45’/2ºT (2-5) e Barcos, aos 49’/2ºT (2-6)

BOTAFOGO-SP: Juninho; Alessandro, Marquinhos, Marco Aurélio e Murilo Ceará (Talles Cunha, intervalo), Daniel Paulista, Leandro Carvalho, Camilo (Álvaro, aos 6’/2ºT) e Alex; Caíque e Clebinho. Técnico: Vagner Benazzi.

PALMEIRAS: Deola; Artur, Leandro Amaro, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção (Patrik, aos 28’/2ºT), João Vitor, Valdivia (Ricardo Bueno, aos 34/2ºT); Maikon Leite (Daniel Carvalho, aos 21/2ºT) e Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Assista os gols:

Comentários

comentários