O jogador Róger Guedes, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do EC Vitória, durante partida válida pela décima quarta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque.


O atacante Roger Guedes concedeu coletiva na Cidade do Galo, em Minas Gerais. Como não poderia ser diferente, o maior questionamento da imprensa foi sobre a provável saída para o futebol português. Guedes assumiu que não conseguiu acertar sua permanência com o time mineiro.

Procurado, o Palmeiras não aceitou proposta de R$ 35 milhões. O valor mínimo para aceitar é R$ 55 milhões. Sairá da parcela palmeirense o valor de 10% do Atlético referente a taxa de vitrine. O Criciúma detém 75% do jogador.

“A gente não aceitou alguns termos que não levaram o acerto. Estou tranquilo. Falei com o Sérgio (Sette Câmara – presidente) e com o Gallo (Alexandre – diretor) que estou feliz aqui. Se tiver que sair, vamos se acertar com o clube. Propostas existem, mas estou feliz aqui. Estamos em negociação ainda. Queria ter resolvido na parada da Copa, mas não resolveu. Espero resolver o mais rápido se fico no clube ou se saio“, comentou.

“Toda a direção na hora de liberar é um pouquinho difícil, mas conto com a ajuda do (Alexandre) Mattos (diretor do Palmeiras), do Atlético, se tiver que sair não haja um transtorno muito grande para eu poder sair. Se for pra ficar, conto com a ajuda do Mattos também pra facilitar isso. Vamos ver se a gente resolve nesta semana ou na próxima”, afirmou.

Comentários

comentários