Borja no Barranquilla? Empresário fala sobre o assunto

Empresário do colombiano comenta possibilidade de saída.

O colombiano Miguel Borja foi a contratação mais cara da história do Palmeiras. Em 2017, o clube gastou R$ 35 milhões para efetivar a transação. O valor foi custeado pela Crefisa, atual parceira palmeirense.

Após passar por bons momentos, Borja perdeu espaço e ganhou críticas excessivas da torcida. Perdeu gols importantes e também perdeu a titularidade. Atualmente é a terceira opção para o setor ofensivo.

Em entrevista à Rádio Caracol, da Colômbia, Juan Pablo Pachón, empresário do centroavante, revelou o sonho de seu cliente em atuar pelo Júnior Barranquilla. Mas o problema atual não são “desejos”, e sim situação econômica.

“Não é segredo para ninguém que Borja é um grande torcedor do Junior e que deseja algum dia poder jogar em sua equipe. Mas neste momento a situação não é de desejos, se trata de uma situação econômica“, afirmou.

“Os parâmetros econômicos de uma possível operação são bastante elevados para a realidade do futebol colombiano. Se o Junior decidir fazer um esforço econômico, a possibilidade tomaria força. Mas até o momento não existe nenhum contato entre as partes“, completou.

Até o momento, só chegaram propostas do futebol dos Estados Unidos pelo palmeirense.