É fato que o Palmeiras é um dos favoritos ao título do Paulista. O time de Felipão tomou somente oito gols em quatro meses, uma média de 0,38 gols por jogo (21 partidas até aqui). A única derrota foi contra o Corinthians, no Pacaembú, no jogo em que deu tudo certo para o goleiro alvinegro, Júlio César, que livrou sua equipe de levar uma sacolada. Na única oportunidade que tiveram, Alessandro saiu na frente de Marcos e conseguiu concluir.

O Palmeiras encontra-se hoje na primeira posição, líder absoluto do Campeonato, com 41 pontos. Logo na traseira vem o São Paulo, com 40 pontos. Quem ficar em primeiro, segundo, terceiro ou quarto tem a mesma vantagem: jogar em casa. Analisando a tabela, se o Verdão concretizar a classificação na liderança, muito provavelmente enfrentará o São Caetano, no Canindé. O time do ABC não trás boas lembranças, já que jogou totalmente para trás, recuado,  e arrancou um empate do Palmeiras no Anacleto Campanella. Na partida, o São Caetano quase marcou no fim. Deola fez defesa espetacular.

Olhando por essa ótica, vamos supor que num lance desses a bola entre. Toda campanha da primeira fase acaba indo por terra com a eliminação. Não tenho medo do São Caetano, não é isso que estou querendo dizer. Mas é importante escolhermos o adversário mais tranquilo para as quartas.

Se o Palmeiras for derrotado diante da Ponte Preta, e o São Paulo ganhar do Oeste, no Morumbi, a inversão de adversários será totalmente favorável para o Palmeiras. Por mais que o Verdão não se classifique em primeiro, enfrentará o Paulista de Jundiaí no Canindé. Na primeira fase, goleada palestrina em cima do adversário, que é muito fraco. Já o São Paulo enfrentará o São Caetano, provavelmente na Arena Barueri. O Corinthians entrou em campo, domingo passado, achando que venceria o time do ABC com sobras: acabou perdendo diante de sua torcida.

E você? O que prefere? Enfrentar o Paulista, time mais fácil, ou consolidar a liderança e enfrentar o São Caetano?

Comentários

comentários