Paulo Nobre não gostou do revés por 5 a 1 diante da Chapecoense, mas vê elenco forte e aposta em bom jogo contra a Ponte Preta, na próxima quarta-feira, no Allianz Parque, às 21h

A surpreendente goleada aplicada por 5 a 1 pela Chapecoense, na última rodada do Campeonato Brasileiro, não passou em branco nos bastidores do Palmeiras. O presidente do clube paulista, Paulo Nobre, se disse envergonhado pelo duro revés. No entanto, o mandatário espera que o elenco se baste em sua força para alegrar a torcida nesta quarta-feira, às 21h, contra a Chapecoense, no Allianz Parque.

– Reagi como todo palmeirense, fiquei envergonhado. Tenho um orgulho muito grande desse grupo de jogadores do Palmeiras e sei do que eles são capazes. Tenho certeza absoluta que todos se sentiram como eu me senti e como nossa torcida gigantesca torcida se sentiu. Tenho certeza absoluta de que o Palmeiras vai mostrar do que é capaz no Allianz – disse, durante o congresso do clube sobre ciências do futebol, nesta sexta.

O resultado deixou o Verdão fora do tão sonhado G4 do Campeonato Brasileiro, meta possível de atingir contra Ponte, nesta 30ª rodada, pois os rivais São Paulo e Santos estão apenas um ponto à frente. Classificado ou não à Libertadores da América do ano que vem, O Palmeiras terá como técnico Marcelo Oliveira, de acordo com a palavra de Nobre.

– Marcelo tem contrato conosco até o fim de 2016 – limitou-se a dizer quando questionado se o comandante permaneceria no time mesmo se não cumprir a tal objetivo traçado por todo o elenco para esta reta final de temporada.

Fonte: Lancenet!

Comentários

comentários