O jogador Mayke, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Rony, do C Atlético Paranaense, durante partida valida pela vigésima terceira rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque.


Os laterais Mayke e Diogo Barbosa foram julgados na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro. O motivo da análise foi a expulsão de ambos no confronto contra o Cruzeiro pela Copa do Brasil após polêmica com o atacante Sassá, que acertou um soco em Mayke.

Mayke pegou quatro jogos, mas teve sua pena reduzida para duas partidas. Diogo Barbosa seguiu o mesmo curso e também foi punido em duas partidas. Ambos não poderão enfrentar o Grêmio, domingo, no Pacaembu.

Já Sassá foi punido por seis jogos de suspensão por unanimidade.

Confusão

O relator autorizou a cobrança de multa de R$ 50 mil do Palmeiras por conta da confusão entre torcedores no Mineirão. Rodrigo Raposo queria aplicar perda de mando de campo, mas voltou atrás e mudou o voto.

Comentários

comentários