O técnico Felipão, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Toca da Raposa, CT do Cruzeiro.


O atual técnico do Palmeiras faz aniversário. Luiz Felipe Scolari completa 70 anos nesta sexta-feira com carreira pra lá de brilhante.

Ele é super identificado com o Palmeiras. Não pra menos: foi Campeão da Copa Libertadores da América em 1999 com campanha espetacular. Levou a Copa do Brasil de 1998 e 2012. Está perto de ser Campeão Brasileiro. Um currículo invejável.

A carreira do atual técnico começa em 1967 como zagueiro do Aymoré-RS. Em 1973 vai para o Caxias-RS onde fica por sete anos. Em 1982 tem sua primeira experiência como treinador no CSA. Em 1987 conquista seu primeiro título na nova profissão: é Campeão Gaúcho com o Grêmio. Em 1991 Felipão aparece para o Brasil: conseguiu a proeza de conquistar a Copa do Brasil comandando o Criciúma-SC.

De volta ao comando do Grêmio em 1993, a coleção de títulos aumenta. Foi Campeão da Copa do Brasil de 1994, Campeão da Copa Libertadores de 1995 e Campeão Brasileiro de 1996. Já em 1998 começa a sua história com o Palmeiras. Levantou os títulos da Copa do Brasil (98), Copa Mercosul (98) e Libertadores de 1999.

Em 2000 defendendo o Cruzeiro, o técnico conquistou a Copa Sul-Minas. Contratado para salvar a Seleção Brasileira em 2001, conseguiu conquistar a vaga para a Copa do Mundo de 2002 onde, posteriormente, foi Campeão. O título da Copa projetou ainda mais Felipão para o mundo.

Em 2003 inicia trabalho em Portugal. Foi vice-campeão da Eurocopa e caiu nas semifinais da Copa do Mundo de 2006, resultados jamais conquistados pela seleção portuguesa.

Treinou o Chelsea, da Inglaterra, em 2008. Foi demitido sete meses depois e não conseguiu se adaptar por completo. Em 2010 voltou ao Palmeiras onde conquistou a Copa do Brasil de 2012. Deixou o clube no meio do Campeonato Brasileiro por divergências com a diretoria.

Em 2012 Felipão retornou para a Seleção Brasileira. Ganhou a Copa das Confederações. Na Copa do Mundo de 2014 no Brasil, um dos piores resultados da carreira: os 7 a 1 da Alemanha e a eliminação nas semifinais do torneio mundial no país.

Entre 2014 e 2014 comanda o Grêmio novamente, mas pede demissão. Vai para a China e vira multicampeão, ganhando a admiração dos chineses e dos torcedores do Ganghzou Evergrande.

Em 2018, morando em Portugal, recebeu ligação do executivo Alexandre Mattos, do Palmeiras, e aceitou o convite. Entendeu o projeto palmeirense e encontrou outro clube, muito diferente do que encontrou e trabalhou em 2012.

O trabalho tem sido muito importante e elogiado. O Palmeiras chegou nas semifinais da Libertadores após 18 anos e foi eliminado pelo Boca Juniors. O Alviverde está perto de conquistar o décimo título brasileiro de sua história e o primeiro de Felipão no clube. A galeria, em dezembro, pode ficar ainda mais completa.

Parabéns, Felipão. 70 anos de uma história vencedora no futebol.

Comentários

comentários