Volante chega e se apresenta no Verdão. Motivado, o jogador que retribuir o investimento e o carinho da torcida.

Por Thiago Gomes

Wesley, finalmente, chegou ao Palmeiras. Treinando no clube há quase um mês, o jogador estava aguardando uma definição da diretoria e a apresentação de um investidor para quitar a primeira parcela com o Werder Bremen, ex-clube do jogador.

O Palmeiras lançou um programa onde o torcedor poderia contribuir com R$ 100,00 e adquirir cotas. Porém o valor alcançado foi de R$ 800.000,00, bem abaixo dos R$ 20.000.000,00 pedidos. Ou seja, todo valor foi devolvido para os colaboradores. Um investidor surgiu e adquiriu 30% do passe, quitando a primeira parcela. O jogador, então, foi liberado para se apresentar.

“Estou muito feliz. Muitas pessoas queriam defender seus interesses. Toda a negociação é um pouco complicada, ainda mais quando a equipe onde eu estava não queria me liberar. Eu tive que comprar essa briga, e eu não teria como comprá-la se não fosse com uma equipe grande como o Palmeiras. Mas agora já estou entrosado com o grupo, e é só colocar isso em campo”, disse para o site oficial.

Wesley também ressaltou a história do clube que vestirá a camisa. “Satisfação. Realização de um sonho poder vir para uma equipe grande e com história. Estou ansioso, mas vou conter minha ansiedade para praticar um bom futebol. O importante é que agora sou do Palmeiras.”

O técnico Luiz Felipe Scolari já poderá contar com Wesley nesta quarta-feira, diante do Paulista, em Jundiaí.

Comentários

comentários