Vinicius (e) e Jailson (d), goleiros do Palmeiras, após partida contra o Sport, válida pela trigésima segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2016 na capital paulista. 23/10/2016, Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

O Palmeiras realizou seu primeiro jogo-treino do ano na Academia de Futebol. Com gol de Borja, o Verdão bateu o Comercial pelo placar de 1 a 0. Felipão e a comissão técnica analisaram de perto o desempenho de alguns jogadores para formar o time titular de 2019.

A diretoria também está em completa sintonia com a comissão técnica sobre os assuntos contratuais. Até dezembro, oito jogadores não terão mais vínculo com o clube. São eles:

Nico Freire

O zagueiro canhoto não teve nenhuma chance com Felipão. Seu contrato finaliza em junho e o Palmeiras não deve procurar o Club Atlético Torque, do Uruguai, para um novo vínculo. O documento finda em junho.

Felipe Melo

O contrato do volante termina em dezembro e ainda não foi procurado para renovar. Apesar de ser o desejo dele, propostas já bateram na porta de seus empresários. O Flamengo tentou liberação de graça do Palmeiras e recebeu negativa. O Palmeiras ainda não decidiu se fará um novo contrato ou não. O jogador foi importante na conquista do Decacampeonato Brasileiro.

Alejandro Guerra

O venezuelano completará 34 anos em julho e seu contrato termina em dezembro. Com sequência de lesões, o Palmeiras ficará de olho na preparação física mais intensa. O objetivo é que Guerra não sofra tanto com contusões e tenha condições de mostrar seu futebol. Será esse, aliás, o trunfo do jogador por um novo contrato.

Jean

O meio campista quase encerrou a carreira no ano passado. A grave lesão que sofreu no joelho quase o impediu de voltar aos gramados. Quando retornou, ganhou o respeito de Luiz Felipe Scolari e foi o “coringa” do treinador em diversas oportunidades. O contrato vence em dezembro e pode ser renovado.

Fernando Prass

O goleiro completará 41 anos em 2019 e pode jogar profissionalmente até 2020, de acordo com declarações recentes. Reserva imediato de Weverton, Prass renovou por mais uma temporada, mas não tem garantia de que continue no próximo ano. Ouviu de Felipão que terá mais chances. O rodízio promovido pela comissão técnica pode abrir mais espaços para o defensor.

Jaílson

Aos 37 anos, Jaílson tem o respeito da torcida do Palmeiras e pode ganhar mais chances em 2019, assim como Fernando Prass. A promessa de rodízio é a única possibilidade de atuar com mais frequência. Foi procurado por alguns clubes, mas renovou com o Verdão até dezembro.

Edu Dracena

O zagueiro faz trabalho individualizado na Academia de Futebol para impedir as dores. A estratégia adotada em 2018 deu certo e está sendo repetida no começo desta temporada. Aos 37 anos, Dracena completa a dupla preferida de Felipão ao lado do zagueiro Antônio Carlos. Tem chances de permanecer em 2020, mas deve cumprir seu atual contrato sem pensar tanto no futuro.

Gustavo Gómez

Com contrato até julho, a diretoria do Palmeiras planeja comprar o passe junto ao Milan, da Itália, por 4,5 milhões de euros (R$ 19 milhões). As conversas ainda não foram iniciadas, mas o zagueiro é unanimidade na diretoria e comissão técnica.

Comentários

comentários