Palmeiras vence o Mirassol fora de casa e alcança a liderança do Campeonato Paulista. O Santos, ex-líder, empatou com a Ponte Preta em Campinas.

O dia não poderia ter sido melhor: Palmeiras vence e chega à liderança do Campeonato Paulista, e o Corinthians é eliminado na Pré Libertadores pelo “todo poderoso” Tolima, da Colômbia.

O técnico Luiz Felipe Scolari teve vários problemas. Kléber, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Marcos Assunção, Valdívia e Lincoln, lesionados e o zagueiro Danilo que voltou da Itália após negociar sua transferência para a Udinese. Para os lugares de Danilo e Assunção, Felipão optou por Thiago Heleno e João Vitor. No lugar de Kléber, o treinador escalou Adriano e mandou a equipe no 4-3-3, ao lado de Luan e Dinei.

O jogo começou mascado. O Palmeiras detinha todas as chances e a posse de bola, sufocando a equipe do interior. Logo aos 10 minutos, Adriano cruzou nos pés de Luan, que chutou forte. O goleiro Leal defendeu. No rebote, Dinei chutou e o goleiro defendeu novamente.

Aos 21, Adriano teve a chance de ampliar, mas despediçou. O Mirassol teve uma única oportunidade antes de acabar o primeiro tempo: Xuxa recebeu bola com certa liberdade e mandou do lado direito de Deola, que só acompanhou. Bola fora.

O primeiro tempo, sem muitas chances, terminou 0 a 0. O segundo tempo começou com uma boa chance do Mirassol, com Renato Peixe. Sozinho na área, o jogador tocou para fora.

Aos 14, Dinei foi derrubado na meia lua da grande área. Sem Marcos Assunção, especialista nas cobranças, Luan bateu bem, mas o goleiro defendeu.

Aos 20 minutos, Tinga mandou toque magistral para Luan, por cima. O atacante matou no peito e furou na hora de estufar as redes, deixando o técnico palmeirense mais furioso do que já estava.

Adriano deu lugar à Patrick. E o jovem palmeirense, de novo, definiu a partida. Cicinho disparou e conseguiu cruzamento apertado, rasteiro. A jovem revelação palmeirense chutou, caído, e conseguiu marcar o gol da vitória palmeirense. 1 a 0.

O Mirassol pouco atacou e sentiu bastante o gol de Patrick. Fim de jogo e vitória palmeirense. Além dos três pontos, o Palmeiras alcançou a liderança do Campeonato Paulista, com 16 pontos. E o próximo confronto será bem interessante: o Verdão enfrenta o Corinthians, no Pacaembú, para comemorar não só a liderança como a nona eliminação do rival no Torneio Continental.

FICHA TÉCNICA:
MIRASSOL 0X1 PALMEIRAS

Estádio: José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP)
Data/hora: 2/2/2011 – 22h (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Auxiliares: Dante Mesquita Junior e Ricardo Busette
Renda/público: R$ 317.354,00 / 8.854 pagantes
Cartões amarelos: Diego, Dezinho, Esley (MIR)
GOLS: Patrik, 32’/2ºT (0-1)

MIRASSOL: Fernando Leal, Samuel, Gustavo Bastos, Dezinho e Diego (Renato Peixe, intervalo); Jairo, Magal, Esley e Xuxa (Reinaldo Alagoano, 35’/2ºT); Marcelinho e Wellington Amorim (Serginho, 31’/2ºT). Técnico:Ivan Baitello

PALMEIRAS: Deola, Cicinho (Vítor, 38/2ºT), Maurício Ramos, Thiago Heleno e Rivaldo; Márcio Araújo, João Vitor e Tinga; Luan (Max Santos, 35’/2ºT), Adriano (Patrik, 14’/2ºT) e Dinei. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Comentários

comentários