O Palmeiras terá que desembolsar quase R$ 1,5 milhão para pagar dívida judicial com ex-jogador. Trata-de de Dininho, que defendeu o clube entre 2006 e 2008 e faturou o Campeonato Paulista.

A sentença saiu após o julgamento realizado pela juíza Juliana da Cunha Rodrigues, da 35 Vara do Trabalho.

A juíza também decretou que em caso de atraso, o Palmeiras pagará multa. “No caso de descumprimento do presente acordo (assim considerado o atraso no pagamento de qualquer das parcelas), incidirá a multa pactuada sobre o valor remanescente – 50% em caso de inadimplemento, sobre o saldo em aberto quanto ao valor da avença, sem prejuízo de juros e correção monetária.”

A diretoria pretende quitar o débito de uma única vez e não optar pelo parcelamento.