Verdão sai atrás do XV de Piracicaba, consegue a virada, mas cede a igualdade no fim do amistoso

Fonte: Lancenet!

No segundo teste do Palmeiras de 2011, contra o XV de Piracicaba, no Estádio Barão de Serra Negra, empate em 2 a 2, nesta quarta-feira. Mas, por incrível que pareça, o placar não foi tão preocupante assim.

O “novo” Palmeiras demonstrou as mesmas falhas que marcaram o ano passado. No entanto, quando o assunto é virtude, enfim, o time não ficou apenas dependendo de lampejos de Kleber ou bola parada de Assunção.

As primeiras a aparecerem foram as falhas. Após jogada nas costas de Rivaldo, improvisado na lateral esquerda enquanto Gabriel Silva serve a Seleção sub-20, o XV de abriu o placar de cabeça.

Sem Edinho, que acerta ida ao Fluminense, e com Pierre no banco, o Verdão não teve pegada no meio de campo. Marcos Assunção e Márcio Araújo tiveram dificuldades em marcar os frágeis meias do time da casa no primeiro tempo. Resultado: domínio do XV.

Entretanto, esta formação revelou uma nova virtude. Revezando constantemente de posição, Vitor e Araújo confundiam os marcadores. Foi assim que o segundo iniciou a jogada do gol do Verdão, concluída em um belo chute do atacante Luan: 1 a 1.

Sem Valdivia, poupado, Lincoln e Tinga ficaram responsáveis pela armação. Em um chute do primeiro, Kleber pegou o rebote e fez, mas acabou anulado. O auxiliar marcou impedimento do Gladiador.

No segundo tempo, Felipão colocou alguns jogadores para pegar, como havia feito contra o Juventus. Patrik, Pierre, Vinícius e Leandro Amaro foram os primeiros. Depois entraram Bruno Turco, Dinei, Tadeu, Luís Felipe, Gualberto e Bruno Oliveira.

Dinei, em cruzamento de Luís Felipe, fez o segundo. Adilson, no entanto, empatou para o XV após falha da defesa alviverde.

O resultado, 2 a 2, pouco valeu para tirar conclusões. No próximo sábado, contra o Botafogo-SP, Felipão terá trabalho para corrigir erros e, quem sabe, criar novas virtudes.

Comentários

comentários